Month: May 2007

Carro movido a ar-comprimido chega ao mercado

Há alguns anos atrás a rede globo (se não me engano a reportagem saiu no Fantástico) comentou sobre o carro movido a ar. O carro, desenvolvido por um ex-engenheiro da F1, usa um tanque de ar-comprimido que quando encontra com o ar vindo do meio ambiente provoca uma reação que gera calor.

Como é natural das reportagens “global” pouca informação foi dada sobre o assunto. Mas hoje por um acaso abri o site Inovação Tecnológia e lá estava uma matéria sobre o carro. O engenheiro que projetou o carro conseguiu uma parceria com a maior fabricante indiana de automóveis a Tatra Motors.

Inicialmente serão produzidos apenas 6.000 unidades, mas acredito que com a onda gerada pelo marketing “aquecimento global” as vendas deste veículo também irá se aquecer. Vou começar a juntar dinheiro pra comprar um.

Mais informações:
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010170070530

Star Wars balzaquiano

Não posso acreditar que meu amigo o Marcelo, vulgo Jedi, deixou esta data passar em branco. Vamos dar um desconto, afinal todo geek tem a inabilidade de guardar datas.

Ontem, dia 25/05/2007, completou 30 anos do lançamento da trilogia Star Wars, e vários sites publicaram a notícia, entre eles a ‘Wired’ lançou uma matéria com várias partes e cada parte com uma média de 5 páginas.

A matéria da Wired começa assim: “Star Wars. É a estrutura* do DNA dos geeks, sendo mesmo mais essencial que o intríseco conhecimento de Linux ou a inabilidade de lembrar de datas.”

Quem é fã de Star Wars não pode perder esta matéria:

http://www.wired.com/entertainment/hollywood/news/2007/05/lucas

Que a força esteja “conosco”!

* O termo backbone do DNA refere-se às duas fitas helicoidais verticais, uma de cada lado da molécula, que dão sustentação ao DNA.

LBdistro

Aos poucos o LBdistro vai tomando forma, realmente havia um erro na compilação da uClibc, problema resolvido, novos problemas encontrados.

Resumo: quase tudo funcionando.

A idéia é criar uma BIOS de até 2MB que rode no QEMU, pois ainda não tenho resposta da Gigabyte para doação da placa-mãe. Claro o ideal seria já compilar para a Gigabyte M57SLI-S4, pois esta é a primeira placa-mãe para desktop suportada.

Enquanto isso quem quiser testar a compilação pra verificar problemas basta executar:

svn co https://lbdistro.svn.sourceforge.net/svnroot/lbdistro/trunk LBdistro

Nota: é preciso ter bison, flex e ncurses instalado, além é claro do compilador e do automake.

O por quê do nome Amarok

Muita gente é fanático pelo media player AmaroK, que tenho que admitir é um bom player. Eu só não uso porque ele é em QT e atualmente meu sistema só usa GTK.

Mas você já se perguntou de onde vem no nome AmaroK? A resposta é uma música de Mike Oldfield chamada Amarok. Esta música contém um ovo de páscoa no fim, onde o baterista manda um código morse “Fuck off RB”, onde RB é Richard Branson fundador da Virgin Records:

http://www.eeggs.com/items/3084.html

Pô você não lembra do Richard Branson? É aquele maluco que deu a volta ao mundo em torno de um balão sem reabaster. O cara é um gênio do marketing, quer saber mais? Leitura recomendada:

http://www.jetsite.com.br/2006/mostra_gente.asp?codi=40

P.S: Nunca engula nada a seco, sempre questione o por quê das coisas, isso irá te fazer, se não um chato, um conhecedor de vários assuntos.

Liberdade Ainda Que Atardinha

Quase todo mundo está impressionado e indignado com a decisão da justiça brasileira de ter tirado o livro sobre a bibliografia de Roberto Carlos de circulação.

Não é a primeira vez que isso acontece, a decisão da justiça de tirar o youtube do ar por causa do vídeo da Daniela já dava sinais de que podemos estar voltando à era da censura.

Mas a internet foi projetada desde o início para ser distribuída e não há como cercá-la em um único ponto.

Voltando ao caso da livro do Roberto Carlos, ela já está disponível em vários site:

http://www.escriba.org/blog/wp-content/uploads/2007/05/paulo-cesar-de-araujo-roberto-carlos-em-detalhesrev.pdf

Pesadelo – Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro

Quando o muro separa uma ponte une
Se a vingança encara o remorso pune
Você vem me agarra, alguém vem me solta
Você vai na marra, ela um dia volta
E se a força é tua ela um dia é nossa
Olha o muro, olha a ponte, olhe o dia de ontem chegando
Que medo você tem de nós, olha aí
Você corta um verso, eu escrevo outro
Você me prende vivo, eu escapo morto
De repente olha eu de novo
Perturbando a paz, exigindo troco
Vamos por aí eu e meu cachorro
Olha um verso, olha o outro
Olha o velho, olha o moço chegando
Que medo você tem de nós, olha aí

Programando o CLP PO3342 da Altus

Estou tendo que usar o CLP da Altus para programar, então resolvi compartinhar algumas dicas, pode ser útil pra alguém.

CONFIGURANDO:

Inicie o MasterTool, e crie um novo projeto (Projeto->Novo). Será perguntado se você deseja usar o Wizard, escolha Não.

Informe o nome do projeto que você deseja criar (ex. Teste), use o tipo Programação.

Será iniciada uma nova janela onde é feita a configuração do projeto.

Em “Modelo de CP” escolha PO3342, aparecerá uma mensagem avisando que os módulos de E/S serão removidos, clique em Sim.

Então vamos configurar o Layout do nosso barramento. Clique no botão “Barramento”, nesta tele em “Troca a quente” marque “Habilitade sem consistência na partida”, em seguida clique em “Segmento 0”, finalmente clique em “Executar”, será executado o programa “ProPonto” onde é “desenhado” o barramento.

Primeiro coloque a CPU, clicando em “+” CPU na janela “Componentes”. Clique e arraste a CPU PO3342 para a segunda posição (segunda coluna) do barramento de Módulos, na janela “Desenho de Barramento”. Automaticamente a segunda posição de “Bases” será preenchida com a Base PO6302.

Agora coloque o módulo de Entrada PO1010 na terceira posição do barramento de módulos (do lado direto da CPU PO3342), o módulo PO1010 fica em “Módulos de E/S”.
Repare que a base não foi preenchida automaticamente, então clique com o botão direito do mouse na terceira posição do barramento de Bases e clique em “Ver Bases Compatíveis…” e escolha a base “PO6000”.

Repita o processo para o módulo de Saída PO2022, colocando-o na quarta posição no barramento de Módulos e novamente escolhendo a base PO6000 na posição equivalente no barramento de Bases.

Agora podemos colocar o terminador de barramentos, para isso clique em “+” do Terminador (janela Componentes) e arraste o “Bus Terminal” para a penúltima posição (13ª posição) do barramento de Bases.

Clique no botão “Verificar Barramento”, deve avisar: “0 Erro(s), 0 Warning(s)”

Clique no botão Salvar e depois clique em Sair.

Você retornará automaticamente ao MasterTool, então clique no botão “Ler”, confirme as perguntas (Sim para ambas), em seguida clique em “Ok” e em “Ok” novamente. Pronto você acaba de configurar o seu CLP com os recursos existentes no barramento.

PROGRAMANDO:

Clique no botão “Novo Módulo”, escolha a opção “Módulo Principal”, irá aparecerá o editor Ladder. Crie um programa simples, exemplo:

Clique no botão “Contato aberto”, coloque o nome da Tag de “LIGAR”, em Endereço coloque: “%E0001.1”, na Descrição coloque: “Botão Ligar”. Preencha com fio da segunda à penúltima posição da primeira linha (pressionando a tecla “-” em cada posição). Na última posição coloque uma bobina, clicando no botão “Bobina simples”, coloque o nome da TAG de “LAMP”, em Endereço coloque: “%S0050.1”, na Descrição coloque: “Lampada”.

Problemas encontrados:
após enviar dois programas equivalentes para o CLP o mesmo entrou em Erro (LED ER ficou acesso e FC piscando), para resolver este problema vá em “Comunicação” -> “Estado…” e mude o estado para “Programação”. Feche esta janela, vá em “Comunicação” -> “Módulos” e clique no botão “Apagar Flash”.