Category: Uncategorized

Instalando o MediaWiki no Ubuntu 8.04

Primeiro instale os pacotes:
mysql-server
mediawiki

Defina a senha de root do mysql como explicado no post anterior (o Ubuntu já pedirá para você configurar a senha automaticamente, então esta dica é desnecessária).

Edite o arquivo /etc/mediawiki/apache.conf e descomente a linha:
Alias /mediawiki /var/lib/mediawiki

Compilando o navegador Dillo2 no Linux

Lembram do navegador Dillo2 que teve o código fonte liberado no final do ano passado? Muita gente teve problemas e não conseguiu compilá-lo para testar seu desempenho.

Pois bem, consegui compilar e reproduzo aqui os passos que eu segui para conseguir compilar:

Instale a biblioteca gráfica fltk2:
wget http://www.dillo.org/download/fltk-2.0.x-r6101.tar.bz2
tar jxvf fltk-2.0.x-r6101.tar.bz2
cd fltk-2.0.x-r6101
less README.unix
make
su
make install
exit
cd ..

Finalmente instale o dillo2:
cvs -z3 -d:pserver:anonymous@auriga.wearlab.de:/sfhome/cvs/dillo co dw2
cvs -z3 -d:pserver:anonymous@auriga.wearlab.de:/sfhome/cvs/dillo co dillo2

cp -r dillo2 dillo2-cur
cp -r dw2 dw2-cur
ln -s dw2-cur dw-testbed
find dw2-cur dillo2-cur -name CVS | xargs rm -R
cd dw2-cur; ./autogen.sh && ./configure && make
cd ..
cd dillo2-cur; ./autogen.sh && ./configure && make
su
make install-strip
exit

Para executar use o comando: dillo-fltk

Fique impressionado com a velocidade de renderização do Dillo2. E embora ainda não tenha suporte a CSS (já há um protótipo em desenvolvimento) e nem a Javascript o Dillo2 é uma ótima opção para micros muito velhos e para sistemas embarcados que não possuam processador e memória suficientes para rodar algum derivado do WebKit.

Primeiro projetor de bolso

É isso mesmo que você leu no título deste post, uma empresa chamada Sunlink desenvolveu um personal media player (PMP) chamado SunView capaz de projetar imagens de até 80” (2m). Infelizmente o aparelho só roda WindowsCE, mas o processador utilizado (Samsung S3C244A) suporta Linux e o bootloader do aparelho não está bloqueado para carregar o Linux.

O aparelho suporta vários formatos de arquivos, incluíndo PPT, DOC, XSL, WMV, WMA, MPEG, MP3, etc.

Mais info:
http://www.linuxdevices.com/news/NS7507047675.html

Twitter este trem não sai som, mas dá samba

Hoje vi no planet tchelinux o post do Bohne sobre o Twitter, por coincidência eu havia sido apresentado ao site um dia antes (valeu Barros), e realmente pouca gente sabe como a coisa funciona.

Bom, primeiro você se cadastra normalmente no site http://www.twitter.com, depois vai em http://twitter.com/devices e adiciona o seu Jabber (GTalk também funciona já que usa o mesmo protocolo), a partir daí quando quiser enviar uma notícia para o seu blog basta mandar uma mensagem para o usuário twitter que foi adicionado no seu IM.

Mas o mais legal é a parte do SMS, você deverá cadastrar seu celular enviando um SMS para o número do twitter (custo de um SMS internacional), mas não pense que você ficou no prejuizo por gastar um SMS, a partir de agora você poderá mandar até 250 SMS por semana para qualquer usuário cadastrado no twitter e ele receberá gratuitamente no celular o SMS que você enviou.

Você pode enviar SMS pelo site ou diretamente usando o usuário twitter que você adicionou no seu jabber, através da sequencia: d + usuario + mensagem. Por exemplo, para enviar um SMS para o Rodrigo eu mando a seguinte mensagem para o usuário twitter do meu jabber: d rodall Ola Rodrigo funcionou o SMS!

Além de enviar mensagem você pode seguir outros usuários, recebendo email e/ou SMS com as atividades que seu amigo está realizando naquele momento. Depois de um dia recebendo SMS do Marcelo resolvi deixar apenas via email, ninguém aguenta receber um SMS a cada 30 minutos.

Com certeza o twitter é uma forma interessante de manter as pessoas atualizadas, assim você não precisará ficar interrompendo o trabalho dos seus amigos para ficar por dentro das novidades. Você pode seguir e ser seguido. Agora ninguém mais vai poder dizer: “Não me segue, que eu não sou novela” 😉

É um sistema operacional? É um banco de dados? Não, é um driver da Nvidia

É estranho como o tamanho dos arquivos de drivers para Windows têm aumentado de tamanho nos últimos anos. Acho um absurdo um driver de placa de rede usar 30MB, ou um de vídeo ocupar 58MB, não faz sentido isso.

Felizmente quem usa Linux deve ficar feliz nestas horas, pois somando todos os drivers disponíveis para todos os dispositivos que o Linux suporta não chega a uma quantidade de espaço tão grande (e segundo o Greg Kroan o Linux é o sistema operacional que suporta mais dispositivos).

Agora imagine a vida de uma pessoa que more numa cidade do interior e precise baixar o driver de uma placa de rede para um computador, ela perderá horas baixando o driver.