Category: Português

Dicas de utilizacao do hifen

Escrever monografia, dissertacao ou tese e’ sempre uma tarefa ardua, pior ainda quando pinta aquela duvida: subsistema ou sub-sistema?

Felizmente e’ facil encontrar uma tabelinha na internet com as dicas do emprego do hifen.

Advertisements

Palavras em português que eu desconhecia

Resolvi criar uma nova categoria no blog, uma “omenage” à nossa lingua tão importante e constantemente maltratada. Confesso com dois ss, que sempre tive problema com o português (com a lingua portuguesa), prova disso é o fato que a única matéria que fiquei de recuperação durante minha vida acadêmica foi exatamente o português.

Então vamos lá, chega de blablabla, vocês já devem estar curiosos para saber as palavras que eu desconhecia:

A:
abaetê – pessoa sábia, pessoa feia, repelente
acintoso – apoquentador, teimoso
acreção – processo pelo qual algo aumenta gradualmente de tamanho através do acréscimo de partes menores
acro – frágil, quebradiço
acropole – a parte mais elevada das antigas cidades gregas
ado – leite recentement mungido
aduz – apresenta, introduz, conduz
alcadafe – vaso de barro
alguidar – vaso muito largo e comprido, com boca maior que o fundo
amanhar – tratar a terra, cultivar
ânfora – vaso com duas asas
ancho – vaidoso, orgulhoso
apa – bolo em forma de disco, pão sem fermento
apetecer – desejar muito, cobiçar
apoplexia – golpe violento, algo que provoca morte instantânea
arrear – colocar enfeite e adorno em algo
arrefecer – esfriar, tornar-se frio, moderar o zelo, o entusiamos
aru – espécie de sapo das regiões do Amazonas
ascética – que ou quem se entrega às práticas espirituais, vida de monge
asinino – estúpido, próprio de asno
ataraxia – Serenidade de ânimo. Pessoa que não se preocupa com os problemas
ataúde – caixa
atoar – conduzir a reboque, rebocar, levar à toa
atoarda – notícia vaga, boato
atro – lúgubre, medonho
áulico – cortesão, palaciano

B:
barriga – informação falsa noticiada em jornal
basal – essencial, principal
batel – barco pequeno
beliz – sagaz, esperto, ladino
bramar – gritar, rugir, bramir
bramir – rugir, soltar gritos de cólera
buril – estilo apurado, ferramenta para fazer gravuras em madeira

C:
cabotino – comediante ambulante
cacareno – velho, usado, de pouco valor
calandrar – lustrar, acetinar, alisar
camelice – tolice, sandice
caronte – Deus do mundo inferior e dos mortos (Mit. romana)
catafalco – Estrado alto sobre que se coloca o féretro
catarse – purificação, libertação do sofrimento de quem sofreu repressão
chicana – tramoia em questões judiciais, trapaça
colombina – personagem de um gênero de comédia italina (Commedia dell’Arte), pedra da qual se extrai chumbo
contendas – lutar, brigar, discutir, controvérsia
contritos – estar arrependido, pesaroso, penoso
cornija – decoração no alto de prédios, portas ou lareiras
coruscante – reluzente, cintilante, faiscante
cróceo – amarelado, dourado, da cor do açafrão

D:
demover – fazer renunciar, dissuadir, abalar
digressão – passeio, excursão
dole – comuna francesa

E:
ebó – oferenda, despacho
efígie – rosto ou vulto de uma pessoa numa moeda ou nota, retrato
elucubrações – compor, realizar à força de ligílias
enação – saliência superficial dos vegetais (Bot.)
engrupir – enganar, ludibriar, induzir ao erro
engodo – ísca, atrativo, chamariz, lisonja, adular
éreo – de bronze ou de cobre
esculento – comestível, que é bom de se comer
esgar – trejeito, visagem
estupefaciente – que entorpece, que deixa atônito (notícia estupefaciente)

F:
falarica – dardo incendiário, flecha com um chama na ponta
falca – tábua da borda de um barco
féretro – Caixão, ataúde, esquife
fleuma – humor, paciência

G:
gabão – capote com capuz, mangas e cabeção
garbosa – elegante, charmosa, aprumada, bonita
gauro – boi de chifre curtos da India
ginetes – peão, cavaleiro, cavalo pequeno e ligeiro
gorgona – mulher mitológica com cobras no lugar do cabelo
grei – rebanho de gado miúdo, conjunto de paroquianos e diocesanos
guampo – chifre, aspa
gurma – doença que ataca os potros na época da dentição.

H:
hipomane – veneno extraído de éguas no cio, feitiço feito com este veneno

I:
iça – Fêmea alada da formiga saúva
ilativo – conclusivo, que deduz os fatos
inane – fútil, canínha
incola – morador (poét.)
intrujão – enganador, burlador
írrito – sem validade, sem confirmação

J:
jacente – herança que fica para o governo, quando não há herdeiros necessários

L:
ladeada – flanqueada, acompanhada
lapa – grande pedra, gruta
litania – ladainha
loa – mentira, elogios, apologia
lúgubres – escuro, medonho

M:
maioral – chefe, cabeça
menear – manejar, mexer, mover de um lado pro outro
messe – seara madura, ceifa, ganho, conquista

N:
nevrálgico – o ponte perigo ou delicado de uma questão
nicar – picar com o bico

O:
oblação – oferenda, oferta a Deus
ocaso – pôr do sol, ocidente, poente, declínio, ruína, cadente
odre – saco para líquidos
orago – santo, oráculo, padroeiro
orate – idiota, louco

P:
patoá – dialeto
patuá – amuleto
peremptório – decisivo, terminante, categórico, que perime
pierrô – personagem da comédia italiana, Pierrô Apaixonado – marchinha de Noel Rosa
pinoia – coisa sem préstimo (pop.)
potentado – soberano de um estado poderoso, pessoa influente, podera ou rica
procrastinar – adiar, postergar, demorar
proxenetismo – aquisição

R:
reigada – rego entre as nádegas de certos animais
ribalta – série de luzes à frente do palco, entre o pano de boca e o lugar da orquestra.
rififi – barulho, briga (pop.)
rossio – terreno aberto, rua larga, praça
runa – antigo alfabeto germânico

S:
sarcômero – um dos componentes básicos do músculo estriado
sauveiro – reunião de formegueiros de sauva
sisudo – predunte, justo, sério
solaparia – escavar, arruinar, encobrir
solapasse – aniquilar, arruinar

T:
taciturno – calado, silencioso
talmude – livro sagrado dos judeus
tarol – tambor achatado
tépido – com pouco calor, morno, frouxo
tesas – estiradas, imóveis
teso – tenso, esticado, impetuoso, fig.: sem dinheiro
tororó – curto, muito aparado
tudesco – alemão, germano, língua dos antigos Germanos

U:
uca – aguardente, caninha
udo – graúdo, algo grande
ugar – gritar, alarmar, tornar plano, plainar

V:
valhala/valhalla – local para guerreiros mortos em batalha (Mit. nórdica)
vénia – licença, permissão, absolvição
vereda – local fértil, com vegetação abundante
vernáculo – linguagem correta, idioma proprio do pais, genuino
verve – imaginação viva, entusiasmo, energia
vilta – afronta, injúria, vitupério

Algumas podem ser conhecidas da maioria das pessoas, mas eu não as conhecia ou não tinha certeza do seu significado.