Month: August 2007

Implementação Open Source do OSEK

Para quem nunca ouviu falar, OSEK é uma especificação para sistemas operacionais automotivos.
As principais características de um OS OSEK são:
* suportar uma grande gama de microcontroladores (deste uC de 8 bits a uC de 32 bits);
* suporte a tempo real e tarefas com diferentes níveis de prioridades;
* tamanho reduzido, um dos requisistos é que o OS funcionem em uC sem a necessidade de componentes externos.

Mas será que existe uma versão open source que implemente a especificação OSEK? A resposta é sim, e não estou falando do openOSEK (que ainda está em estágio embrionário). Existe uma versão open source (GPL) chamada toppers-osek liberada pela empresa japonesa Witz-INC, que foi criado em parceria com a universidade de Nagoya. A implementação foi feita pelo professor Hiroaki Takada.

O desenvolvimento do Toppers-OSEK é fruto de 20 anos de pesquisa e desenvolvimento do ITRON (Ken Sakamura). O ITRON é nada menos que o sistema operacional mais usado no mundo, de CD Player a carros de luxo, mais informações: http://www.linuxinsider.com/story/31855.html

Estou dando uma olhada no código fonte, infelizmente os comentários estão todos escritos em kanji (ideograma japonês) e não existe nada em inglês, seria isto um bairrismo japonês? Acho que não.

Descrição em inglês:
http://www.toppers.jp/en/index.html

Para download do Toppers-OSEK:
http://www.toppers.jp/osek-download.html

Está compactado no formato lzh, então instale um descompactador (apt-get install lha).

Atualização: Hiroaki Takada trabalha junto com o professor Ken, e foi ele quem traduziu os manuais do ITRON e uITRON para o inglês: http://www.assoc.tron.org/

GCC disponível para o PIC16F877

Quem tem a sorte de usar os microcontroladores Texas MSP430 e Atmel Atmega8 pode contar com as funcionalidades do compilador GCC. Mas quem usa o PIC tem que se contentar com compilador proprietários ou contentar-se com o suporte limitado do SDCC.

Mas o estudante espanhol Pedro José Ramírez Gutiérrez desenvolveu como tema de seu trabalho de conclusão de curso o porte do GCC para o PIC16F877:

https://forja.rediris.es/frs/?group_id=101

Pena que ninguém levou a idéia a diante para adicionar suporte aos demais modelos.

Atualização: o blog do desenvolvedor é https://pjmicrocontroladores.wordpress.com

Script para o installjammer matar programa do Windows

Este script TCL usa a função get_process_ids e end_process da API TWAPI do Windows para verificar se um determinado programa está em execução e mata o(s) processo(s) deste programa.

set pids [twapi::get_process_ids -name application.exe]
foreach pid $pids {
catch { twapi::end_process $pid -force }
}

P.S.: Não esqueça de ativar a opção “Include Windows API Extension”.

Continuando…

Continuando a série “Mergulhando no Windows by Alan”, ôh vidinha mediocre, fim de carreira, tsc tsc tsc.

Esta eu achei hoje sem querer no Lifehacker, você está logado no Windows com seu usuário e precisa copiar algum arquivo que está na conta de outro usuário, você não precisa efetuar log-off para ir lá copiá-los, basta fazer assim:

Entre no prompt de comando do Windows;
Vá até C:\Windows\system32
Execute o comando:

runas /user:computador\usuario explorer.exe

Substitua computador e usuário pelo nome do computador e usuário correspondentes. Detalhe, será pedido a senha do usuário.

Comando Uptime no Windows

Como seu obrigado a usar o Windows no trabalho estou me interessando por qualquer coisa idiota que diga respeito a este sistema operacional ao qual o adjetivo anterior se aplica.

Eu assino o “google alerta” para saber das novidades sobre Linux. A novidade de hoje era mais relacionada ao Windows do que propriamente ao Linux, mas vamos lá.

Entre no prompt do DOS e execute:

systeminfo | find “Tempo”

Será retornada a mensagem: Tempo de ativação do sistema: X dias, Y horas, Z minutos, K segundos.

Se seu Windows está em inglês substitua “Tempo” por “Up Time”.

Nota mental: fazer vídeo bug bug bye bye

Fazer uma apresentação do Windows travando com várias telas azuis do Windows.
“Talvez tenha que mexer, talvez tenha. Bug bug bye bye”
E aparecerá um pinguim simpático fazendo a “Xô Xô” com as patas (asas) no Windows.

No final o pinguim abraçando o computador e a música tocando:
“Vou chegar de mansinho, vou te conquistar com uma dose de carinho”

LinuxBIOSv3

O LinuxBIOSv3 já está no svn, mas ainda está longe de entrar em produção.

Quem quiser testar:

svn co svn://linuxbios.org/repository/LinuxBIOSv3